• Brasília Vôlei

Em noite triunfal, Brasília Vôlei conquista sua primeira vitória na competição

Em duelo na capital paulista, as candangas levam o jogo para o Tie-Break.

O Brasília Vôlei conquista sua primeira vitória na Superliga Banco do Brasil 2020-2021 contra o Osasco São Cristóvão Saúde por 3 sets a 2 (15x25, 25x16, 25x22, 16x25 e 15x13), nesta quarta-feira à noite, em São Paulo, em confronto pela nona rodada da competição.

Com esse resultado, a equipe garante dois pontos na competição. Agora o Brasília Vôlei concentra seu foco para encarar um adversário direto na tabela, São Caetano, na terça-feira, dia 15/12, às 20h, no ginásio Sesi Taguatinga, em Brasília, pela quarta rodada da competição.

JOGO

O Brasília iniciou o jogo com a seguinte formação: Ju Carrijo, Ariane, Paula Mohr, Neneca, Edna e Vitória.


O primeiro set começou com as donas da casa saindo na frente, se impondo e abrindo vantagem com 2x4. As candangas começaram uma sequência de grandes erros de ataque e permitiu o placar de 3x13 / 6x17. A partir desse momento ficou difícil de alcançar o marcador do placar e Osasco fechou o set em 15x25.


O começo do segundo set foi melhor para o Brasília 3x1 e logo abriu uma vantagem de dois pontos 6x4 / 10x8. Mesmo com a pausa, o Brasília continuou mantendo pressão no ataque e no bloqueio, abrindo 18x13. As paulistas até esboçaram reação mas não conseguiram parar o Brasília, que fechou a parcial em 25x16.


O terceiro set permaneceu o mesmo ritmo do anterior, as candangas abriram 8x3 e mantiveram pressionando as donas da casa 13x7. Fazendo com que o técnico paulista gastasse os dois pedidos de tempo em pouco tempo de set e garantisse a retomada no placar (15x15 /17x17). E nesse momento, o Brasília garante seu primeiro ponto na competição, com excelentes sequências de saque, fecha a parcial em 25x22


O quarto set começou melhor para as paulistas (2x5), que logo fizeram o técnico Rogério Portela gastar seu primeiro pedido de tempo técnico e assim que voltaram em quadra, Brasília encostou no placar (5x6). Apesar do esboço de reação, Osasco abriu dois pontos de vantagem (10x12) e se manteve na frente da parcial (15x21) e levou o jogo para o Tie Break na parcial de 16x25.


Começa o TIE-BREAK, com dois pontos de bloqueios e aces do Brasília (4x0), o placar fica completamente favorável para o início positivo das candangas! E nesse momento, a energia das candangas fez toda diferença com 7x1 e abriu 10x4. O Brasília Vôlei garantiu sua primeira vitória na competição 15x13.


As maiores pontuadoras do Brasília foram a oposta Ariane e a ponteira Neneca, que foi eleita a melhor em quadra e levou o Viva Vôlei.